VÍDEO: À frente de soldados, Juan Guaidó convoca o Exército para dar golpe de estado

0
36

REINALDO AZEVEDO – O líder da oposição, Juan Guaidó, e o preso político Leopoldo López, que estava impedido de sair de casa, em prisão domiciliar, foram no início da manhã desta terça (30) até a base aérea de La Carlota, em Caracas, para anunciar o apoio de militares dissidentes na luta contra o regime do ditador Nicolás Maduro.

“Hoje soldados que são valentes vieram até aqui porque nosso primeiro de maio começou hoje. Estamos chamando as Forças Armadas para acabar com a usurpação hoje.” Guaidó deu as declarações por meio de um vídeo publicado em suas redes sociais, no qual aparece cercado de militares que o apoiam, armados, e ao lado de López.

Também nas redes sociais, afirmou que está “dando início à fase final da Operação Liberdade”, para tirar Maduro do poder. A frase foi repetida por López em uma publicação no Twitter, na qual afirma ter sido “liberado por militares à ordem da Constituição e do presidente Guaidó”. Para se diferenciarem dos militares que apoiam o regime, os dissidentes usam uma faixa azul no braço.