Vereador estelionatário é denunciado ao Ministéiro Público Estadual

2
732
Denunciado do MPE

O Presidente da Câmara Municipal de Manacapuru, vereador Wanderley Soares Barroso (PC do B), foi denunciado ao Procurador Geral de Justiça do Estado, Francisco Cruz e ao Procurador Geral do Tribunal de Contas do Estado (TCE), pelos crimes de improbidade Administrativa, abuso de Poder, crime de responsabilidade e apropriação indébita.

A denuncia foi feitas pelos vereadores Francisco Fernandes Bezerra (PSL),Raimundo França Freitas (PV), José Luis da Silva Furtado (PV), Alfredo Santos de Souza (PRB) e Betanael da Silva Dângelo (PV), que o acusam de não paga deste janeiro o salário integral de cada vereador que corresponde a R$ 7,800,00 reais.

Segundo os denunciantes, o valor pago aos vereadores é de R$ 5.200,00, ou seja R$ 2.600,00 a menos do seu valor integral.

A dívida acumulada nesses sete meses pelo presidente da CMM totaliza a R$ 273.000,00.

Outra denúncia que pesa contra Wanderley diz respeito aos dois meses de salários do vereador Jucimar Fonseca da Silva (PR), licenciado pelo período de dois meses para tratar de assuntos particulares.

Licenciado de suas atividades parlamentares, Jucimar teria prestado concurso do INSS e trabalho nesses período em um posto do órgão localizado no município de Coari.

Na denuncia os vereadores acusam Wanderley Barroso de não publicar o Balancete da Câmara para saber onde foram gastos R$ 1,8 milhão repassado nos últimos 7 meses. Desse montante cerca de R$ 500.000,00 são para manutenção da Câmara.

Estelionatário

Apesar de responder a processo por estelionato na Segunda Vara de Justiça de Manacapuru, Wanderley Barroso (PCdoB) se elegeu vereador e presidente da Câmara Municipal do município com apoio do prefeito Regis.

A denúncia foi feita em 2007 pelo empresário Pablo Ramalho Bentes.

De acordo com o empresário, Wanderley Barroso assinou um cheque no valor R$ 16 mil pertencente ao seu primo, Wanderson dos Santos.

Após receber o cheque, Pablo Ramalho tentou varias vezes descontá-lo mas voltava por falta de fundos.

Cansado de procura Wanderley Barroso que, o empresário registrou um BO, na delegacia de policia civil de Manacapuru contra Wanderlei Barroso.

A divida de WanderleyBarroso com o empresário já chegar a mais de R$ 100 mil.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.