Trump diz a Macri que atuação econômica da China é ‘depredadora’

0
108

Os presidentes da Argentina, Mauricio Macri, e dos EUA, Donald Trump, tomaram café da manhã juntos na manhã desta sexta-feira (30) e tiveram uma reunião de 45 minutos.

Na conversa, Trump afirmou ao mandatário argentino que a China está adotando uma “atividade econômica depredadora”, porém Macri e sua equipe foram evasivos na resposta.

Trump tem previsto um encontro com o líder chinês Xi Jinping neste sábado (1º), assim como um jantar programado para a mesma noite. Trata-se do encontro mais esperado desta cúpula do G20. Se antes Trump havia acenado para uma solução das diferenças entre as duas potências, seu desembarque em Buenos Aires está sendo diferente.

Além de conversarem sobre a guerra comercial, os dois presidentes falaram de ovos acordos comerciais, como o da carne, firmados nos últimos dias entre os dois países, além de novos investimentos norte-americanos na área de energia nas províncias de Santa Cruz e de San Juan, a construção de um parque eólico na Patagônia e um investimento direto do governo norte-americano de US$ 45 milhões para investimentos em infraestrutura na cidade de Buenos Aires.

Macri pediu a Trump que estudasse estender o estímulo aos investimentos dos EUA na planta de petróleo de Vaca Muerta (ao sul do país).

Trump disse, ao final, que o “modelo econômico argentino está funcionando bem”, e que continuaria tendo apoio de seu governo.

Com informações da Folhapress.