Trânsito em Manaus faz nova vítima; Luan é atropelado e morre depois de 10 dias internado na UTI do PS 28 de Agosto

0
5484

Luan Garone, 25 anos, morreu na noite de sexta-feira, 11, no Pronto-Socorro 28 de Agosto, vítima de parada cardíaca. Filho de Luiz Garone e de Thereza Cristina, Luan foi brutalmente atropelado no final da tarde do dia 02, na estrada da Ponta Negra, à caminho de casa.

Internado com fraturas expostas no braço esquerdo, Luan enfrentou vários problemas na luta pela vida na UTI no PS 28 de Agosto. O mais grave, segundo os médicos, foi a Síndrome de Angustia Respiratória do Adulto (SARA) que, segundo a literatura, provoca desconforto respiratório de alto risco com diminuição da oxigenação decorrente de lesão pulmonar.

Antes de ocupar um dos leitos de UTI do PS, Luan foi submetido à delicada cirurgia para reconstituir os ossos do braço – parte dele bastante fragmentado pela violência do choque recebido.

Antes de morrer, além dos picos de pressão – ora para baixo, ora para cima -, Luan foi submetido a uma sessão de hemodiálise que permitiu que voltasse a urinar com normalidade. Esse foi o melhor momento de Luan durante os 10 dias que permaneceu em coma induzido.

De acordo com Boletim de Ocorrência, Luan foi atropelado por Gabriel Nascimento e Silva, 22 anos, que dirigia um carro Toyota, placa PHQ-5790, em nome de “Casa dos Parabrisas”. Gabriel, segundo informações de amigos de Luan, é campeão paulista de fórmula 1600.

Gabriel permaneceu no local do acidente até a chegada do pai dele e da ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) que conduziu a vítima até o PS 28 de Agosto. Conforme depoimento da família da vítima, os pais de Gabriel se colocou à disposição da mesma, comprometendo-se, inclusive, a acionar o seguro do automóvel. O site tentou falar com Gabriel pelo telefone 98114-95..mas não conseguiu.

Lamentavelmente,  a morte de Luan serviu ainda mais para engrossa os macabros e terríveis números de um quadro estatístico que não param de crescer.

UMA HOMENAGEM A LUAN GARONE

“Um verso de saudade” (Fleck – Amigo de LUAN)

Outra lembrança vem perdida
Irmão me diga
O porque da despedida nessa vida?

A saudade da amizade faz chorar e faz sorrir
Um ser humano sem maldade e sem idade pra partir
Entendeu cedo o sentido da vida
E sem o último abraço
decidiu ir..

Outra aventura
Seu espírito de altura
Esse mundo nunca te entendeu
Tua alma pura
Viveu a procura
De achar a cura
Que o mundo perdeu
Hoje o egoísmo nos tortura
E te pedir pra ficar
Seria um pedido de alguém que não te conheceu.

Peço a Deus que te leve pra uma bela vista
Do jeito que o garoto gosta
Onde a paz exista
E que tuas perguntas recebam resposta

Peço que veja o quanto é querido aqui embaixo
E que a saudade vire fé
Antes que meu olho se encha de água
eu Peço que esteja em paz
Seja onde estiver

Inserção à matéria do poema “Um verso de saudade” no dia 15.01, às 22h30