Queda de general Santa Rosa leva a especulação de bomba contra Bolsonaro no JN da Globo

0
37

O general Maynard Marques de Santa Rosa deixou o cargo de secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência da República nesta segunda-feira (4). O militar era tido como uma pessoa próxima ao presidente Jair Bolsonaro e trabalhava em um gabinete dentro do Palácio do Planalto.

Outros três militares do órgão acompanharam a decisão de Santa Rosa e também estão abandonando o governo. O motivo alegado por Santa Rosa é falta de respaldo junto ao ministro Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral da Presidência da República, ao qual a SAE é subordinada.

Em Brasília, a especulação é de que este movimento poderia indicar insatisfação com Bolsonaro nas Forças Armadas. E que a saída do general ainda poderia indicar algo mais grave, uma bomba envolvendo o presidente da República que seria detonada em breve pela TV Globo.

Entre os jornalistas que soltaram essa informação estão Ricardo Noblat e Felipe Pena.

Blog do Noblat

@BlogdoNoblat

Se comparado com o que possa estar por vir, a história do porteiro com “seu Jair” não passará de uma marolinha.

148 pessoas estão falando sobre isso

Felipe Pena@felipepena

General Santa Rosa, um dos mais influentes do governo, acaba de pedir demissão.
Ele tinha gabinete no Planalto.
Outros três generais o acompanham.
Há muitos oficiais pensando em fazer o mesmo.
Vem bomba por aí.
Jair e Carluxo mobilizam os robôs e o gado bolsonarista.

Daniel Rittner

@rittner_daniel

Pois então: o general que acha o aquecimento global uma mentira cientificamente comprovada, acha que o problema dos negros foi resolvido com a Lei Áurea e condena movimento indigenista acaba de pedir demissão da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. https://twitter.com/rittner_daniel/status/1190480851274018816 

Daniel Rittner

@rittner_daniel

“A tese do aquecimento global é cientificamente uma mentira”, disse nesta sexta o secretário de Assuntos Estratégicos, general Maynard Santa Rosa.

Em seminário sobre Amazônia com pouquíssima cobertura da mídia, ele criticou o “movimento indigenista” e a figura dos quilombolas 👇

Ver imagem no Twitter