Quando um “patriota” marmota canta “ouviram do Ipiranga às margens FLÁCIDAS” – VEJA VÍDEO

0
21

A Postagem – Nem vou me pegar nas filigranas melódicas para dizer que Bolsonaro, além de cantar “ouviram do Ipiranga às margens FLÁCIDAS”, a melodia está adulterada,  para dizer o mínimo. Mas isso é bobagem perto dos encontros “patrióticos” pró-mito em que a maioria faz mímica e, ainda assim, erra.

Bolsonaro, nesse canto do hino nacional em pleno 7 de Setembro, mostra que tipo de muquirana a elite colocou na presidência junto com militares e o judiciário com a ajuda luxuosa da Globo.

O sujeito, além de miliciano, laranjeiro, amante de torturador, e genocida incendiário, é uma reverendíssima besta.

Um marmota de faixa presidencial cantando o hino nacional só podia dar no que deu. “ouviram do Ipiranga às margens FLÁCIDAS” foi o canto do fascista.