Produção industrial fecha 2019 em queda após dois anos de alta

0
31

REVISTA FÓRUM – A imposição das medidas neoliberais de Paulo Guedes, que conta com o conluio político entre Jair Bolsonaro e Paulo Skaf, derrubou a produção industrial brasileira, que fechou 2019 em queda de 1,1% após registrar alta nos dois anos anteriores.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística na Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF), que apontou mais um recuo, de 0,7%, no mês de dezembro, na comparação com o mês anterior. Quando comparada a dezembro de 2018, a produção do setor mostrou queda de 1,2%.

O IBGE também revisou o resultado da produção da indústria de novembro, frente a outubro, com ajuste sazonal, que passou de uma queda de 1,2% para uma retração de 1,7%.

Bens de capital e duráveis foram os principais destaques negativos da produção industrial em dezembro entre as grandes categorias econômicas.

A produção de bens de capital registrou forte queda de 8,8% em dezembro, na comparação a novembro, com ajuste sazonal. Essa queda foi disseminada entre os produtos dessa categoria, com caminhões, máquinas e equipamentos para atividade agrícola e industrial. No ano, essa categoria teve queda foi de 0,4%.

“Os bens de capital não crescem desde abril e agora registou essa forte queda. O movimento ao longo desses meses parece ter relação com a confiança de empresários no período”, disse André Macedo, responsável pela pesquisa do IBGE, sinalizando que os números mostram queda de confiança do empresariado no governo.