Polícia agride estudantes que protestam contra mensalidade em universidades

0
43

247, com UNE – Estudantes reunidos em frente ao Ministério da Educação (MEC), em Brasília, nesta terça-feira 16, foram covardemente agredidos pelas forças policiais ao protestarem de forma pacífica. A manifestação dos estudantes era contra a cobrança de mensalidades em universidades públicas, proposta que seria discutida ainda nesta terça em reunião com os reitores das universidades federais.

‘’Nós estávamos aqui pacificamente para demonstrar a nossa indignação com quem tira dinheiro da educação e quer privatizar a universidade pública e a polícia quis nos tirar a força da frente do MEC. Nos agrediram de forma brutal e covarde, mas nós vamos continuar aqui para demonstrar nossa indignação não só com quem corta da educação, mas com quem também é autoritário e não aceita uma manifestação democrática’’, disse o presidente da UNE, Iago Montalvão.

Além de agredir os estudantes, a polícia também retirou os cartazes colados por eles na porta do Ministério. Um estudante chegou a ser levado de camburão.

Os estudantes permanecem nesse momento em uma rua próxima ao MEC, aonde tentam se aproximar para entregar suas reivindicações aos reitores das federais presentes em Brasília.

Vídeo incorporado

UNE

@uneoficial

Nossa vice-presidenta, Élida Elena, fala sobre a repressão policial e o autoritarismo com que os estudantes foram recebidos no MEC na tarde de hoje, 16.

Lembrando que no dia 13 de agosto, o volta a tomar as ruas, se cuida Bolsonaro!

Vídeo incorporado

Portal Vermelho@portalvermelho

Polícia reprime manifestação de estudantes no Ministério da Educação

CONFIRA http://www.vermelho.org.br/noticia/322013-1 
📸Matheus Alves | CUCA da UNE