PF acha e recolhe arma de Janot em busca e apreensão determinada pelo STF

0
70

FORUM – A declaração do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de que ele foi armado ao STF para assassinar o ministro Gilmar Mendes fez o também ministro Alexandre de Moraes autorizar nesta sexta-feira (27) ação de busca e apreensão da Polícia Federal (PF) contra Janot. Gilmar pediu a retirada da posse de arma do procurador. A PF encontrou a arma em questão, segundo informação da GloboNews.

“Não ia ser ameaça não. Ia ser assassinato mesmo. Ia matar ele [Gilmar] e depois me suicidar”, disparou o ex-PGR, em entrevista concedida na quinta-feira (26). A motivação para o assassinato seria a difusão de uma “história mentirosa” sobre a filha de Janot por parte de Gilmar. A atitude teria sido uma retaliação ao fato de que o ex-procurador havia pedido a suspeição do ministro.

Em resposta, o ministro chamou Janot de “potencial facínora” que estaria acometido de “um problema grave de caráter psiquiátrico” e que deveria procurar auxílio profissional. Gilmar pediu a revogação do porte de Janot e a proibição de que ele visite a Corte.

O magistrado ainda criticou a forma de escolha do titular da PGR e defendeu a criação de um mecanismo com juristas. “Passaram a escolher pessoas que não tinham qualificação jurídica, moral e psicológica para exercer a função [na PGR]. O sistema político vai ter que definir, talvez abrir para uma nomeação entre os juristas do Brasil”, pregou.