Parada para manutenção em plataformas faz produção de petróleo recuar

0
37

A produção de petróleo no Brasil recuou 2,2 % em janeiro de 2019 na comparação com o mês de dezembro de 2018 e aumentou 0,6% se comparada com janeiro do ano passado. A produção total de petróleo em janeiro corresponde a 2,631 milhões de barris diários, de acordo com os dados divulgados hoje (7) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O principal motivo para a queda em relação a dezembro foram as paradas para manutenção nas plataformas P-74 e FPSO [Unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo] Cidade de São Paulo, respectivamente nos campos de Búzios e Sapinhoá, localizados na Bacia de Santos, em áreas do pré-sal.

Já a produção de gás natural de janeiro, de 113 milhões de m³ diários, teve uma redução de 0,4% em comparação ao mês anterior e um aumento de 0,7% se comparada com o mesmo mês de 2018.

Pré-sal

A produção do pré-sal em janeiro totalizou 1,837 milhão de boe/d, uma redução de 2,7% em relação ao mês anterior. Foram produzidos 1,456 milhão de barris de petróleo por dia e 61,5 milhões de metros cúbicos diários de gás natural em 90 poços. A participação do pré-sal na produção total nacional em janeiro foi de 54,9%.

Campos produtores

O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural. Produziu, em média, 889 mil bbl/d de petróleo e 38,3 milhões de m3/d de gás natural. Os campos marítimos produziram 95,9% do petróleo e 82,1% do gás natural. A produção ocorreu em 7.360 poços, sendo 717 marítimos e 6.643 terrestres.