No Chile mais de mil ciclistas protestam na frente da casa de Piñera e pedem sua renúncia

0
55

VALPARAÍSO – O Chile anda tão convulsionado que até um evento esportivo acaba virando motivo de protesto contra o presidente. Aconteceu na tarde deste domingo (3), quando um grupo de mais de mil ciclistas pedalava pelo bairro de Las Condes, onde vive a população de classe alta da cidade. Um evento igual ao que acontece todos os domingos na região, se não fosse pelo fato de que, desta vez, os ciclistas terminaram o seu trajeto em frente à mansão do megaempresário e atual presidente Sebastián Piñera.

Segundo a imprensa local, foram mais de mil os ciclistas que realizaram esse protesto. Os organizadores planejaram o que chamaram de “Ato dos Ciclistas Indignados” longe das redes sociais, e passaram pelos postos de controle policial assegurando que se tratava de uma simples atividade esportiva.

Durante os quase 20 minutos que estiveram no local, antes da chegada do reforço policial, os manifestantes gritaram pela renúncia do presidente, e também algumas das consignas clássicas do movimento, como “o povo onde está, o povo está nas ruas pedindo dignidade”.

Após o ocorrido, a ministra porta-voz do governo, Karla Rubilar, afirmou que o protesto social “não pode colocar em risco a vida do presidente, nem ameaçar sua família”, e afirmou que se estudarão medidas para reforçar a segurança da família Piñera.