Mulher de Moro foi investigada pela ‘CPI das Falências’ no Paraná

0
4448
MORO5 - RJ - 18/03/2015 - MORO/PREMIO - POLITICA OE - O juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, e sua esposa Rosangela Moro, chegam ao Copacabana Palace, em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, onde receberá o Prêmio Faz Diferença, do Jornal O Globo. Foto: MARCOS DE PAULA/ESTADÃO

A advogada Rosângela Wolff de Quadros Moro, esposa do juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, foi alvo de uma intensa investigação feita pela Assembléia Legislativa do Paraná em 2011.

À época, a Casa descobriu que a advogada, juntamente com os advogados Marcelo Zanon, Fábio Zanon Simão, e Rubens Acléssio Simão, fariam parte de um mega-esquema de falências revelado nas apurações da comissão parlamentar de inquérito.

Segundo informações do GGN, o esquema desmontado pela CPI acabou virando livro, o qual foi entitulado “Poder, Dinheiro e Corrupção: Os Bastidores da CPI das Falências”, obra escrita pelo deputado Fabio Camargo (PTB) autor e presidente da CPI.

De acordo com a publicação, os advogados são acusados de conduta de desvio de valores na administração de mais de cem falências, segundo apurou a CPI das Falências.Noticias ao Minuto