Ministro do STJ concede liberdade a Alejandro Valeiko, preso por envolvimento na morte de engenheiro

0
20

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Leopoldo de Arruda Raposo, concedeu nesta sexta-feira (27), habeas corpus em favor de Alejandro Molina Valeiko, preso preso no Centro de Detenção Provisória Masculina 1 (CDPM) por envolvimento na morte do engenheiro Flávio.  Até às 16h30, à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) não tinha recebido documento sobre a liminar. Na decisão, o ministro determina que devem ser informados sobre a concessão do habeas corpus o 2º Tribunal do Júri de Manaus e o Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM).

O ministro também solicitou que ambos os órgãos enviem mais informações referente ao pedido de mandado de prisão preventiva de Valeiko.

Alejandro Valeiko está no CDPM desde o dia 7 de dezembro. A juíza Lina Marie Cabral determinou no dia 5 a transferência dele, que cumpria prisão preventiva em uma cela do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Valeiko foi envolvido no homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, na noite do dia 29 de setembro, após uma festa na casa de Valeiko. O corpo da vítima foi encontrado no dia seguinte no bairro Tarumã, na zona Oeste de Manaus.