Mãe de sete filhos, mulher diz que apanha do marido todos os dias e a polícia nada faz para protegê-la

0
213

Aldenora Rodrigues Guedes, 40 anos, moradora da Travessa São Lucas, às margens de poluído igarapé, no bairro do Ouro Verde, é mais uma vítima da violência doméstica, fruto da covardia odiosa e animalesca do pedreiro Elói da Silva, 50, com quem convive maritalmente.  No último final de semana, Aldenora foi espancada pelo marido bêbado e agressivo sem nenhuma causa aparente.

Mãe de sete filhos, todos do acusado, a vítima relata que já procurou a Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) mas até agora nada foi feito para prender ou pelo menos intimar o acusado para que responda por seu crime.

Além das agressões que deixaram hematomas por todo o corpo, Aldenora foi expulsa de casa pelo marido juntamente com os sete filhos.

“Ele já ameaçou minha irmã de morte e a cada dia que passa bebe mais e fica mais violento,  agredindo minha irmã com ofensas morais, chutes e murros”, lamenta a costureira Alderléia Ridrigues, irmã de Aldenora.