Justiça manda prender mais 2 suspeitos da morte de Marielle e Anderson

0
212

Mais dois suspeitos de participação no assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, há quatro meses, tiveram prisões preventivas decretadas pelo 4º Tribunal do Júri do Rio nesta quinta-feira (26).

Como explica O Globo, os homens foram identificados com o auxílio da principal testemunha do caso, que está sob proteção policial. A mesma testemunha apontou a participação do o ex-PM Alan de Morais Nogueira, preso na última terça-feira (24).

Contudo, os mandados de prisão contra William e Renato foram expedidos por conta de outro assassinato cometido por uma quadrilha de milicianos que está sendo investigada. Eles são acusados de integrar o grupo paramiliar de Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando da Curicica, preso na Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Além do assassinado de Marielle e Anderson, a testemunha tem colaborado em investigações de outros crimes da quadrilha de Orlando.