Joelma fala como matou grávida para roubar recém-nascido em São Sebastião do Uatumã

0
1224

O delegado Claudenor Medeiros, titular da 44ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), em entrevista coletiva declarou neste sábado, 21, que Alex da Silva Carvalho, 18, e Joelma Queila Santana, 22, foram presos na última quinta-feira, dia 19, em Itapiranga, pela autoria, em São Sebastião do Uatumã, de homicídio duplamente qualificado, que teve como vítima uma jovem de 20 anos, que estava na 37ª semana de gravidez.

Claudenor declarou, ainda, que Joelma foi enfática ao afirmar que matou a mulher grávida porque não conseguia engravidar e queria dar ao namorado, primo dela, um filho do sexo masculino. Joelma, segundo declarou, teria feito o corte na vítima. Já Alex, seu cúmplice, disse que teria agido motivado pelos R$ 4 mil que Joelma teria oferecido a ele pelo serviço.

Para entender

Na noite de quarta-feira, dia 18, a dupla encontrou a grávida em uma lanchonete em São Sebastião do Uatumã. Em um momento de distração da vítima, Joelma colocou uma substância tranquilizante na bebida da jovem, que acabou desfalecendo. Em seguida a jovem foi levada por Alex até uma área de mata, onde aconteceu o delito. Os infratores utilizaram uma faca para a remoção do feto. A vítima morreu no local.

Alex e Joelma foram autuados em flagrante por homicídio duplamente qualificado. O juiz Roger Luiz Paz de Almeida, titular da Comarca de São Sebastião do Uatumã, converteu o flagrante em prisão preventiva.

Ainda na manhã deste sábado, Alex foi levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) e Joelma para o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF) onde irão permanecer à disposição da Justiça.

O recém-nascido foi levado ao hospital de Itapiranga e está sob os cuidados da avó materna.