Irmãos são encontrados mortos em banheiro da Unidade Prisional de Parintins

0
56

Os irmãos Alexsander Souza Vieira, 25, e Victor César Souza Vieira, 21, foram encontrados mortos dentro de um banheiro da Unidade Prisional de Parintins,  terça-feira (27), por enforcamento. Eles foram presos em flagrante pelo homicídio de Adriano Jorge Katak, 25, no último dia 24.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), os dois foram mortos por asfixia e colocados em cordas penduradas na grade do banheiro, numa tentativa de simular suicídio.

O Corpo de Bombeiros fez a remoção dos corpos para o Instituto Médico Legal (IML). Uma revista foi feita na cela onde os irmãos estavam, mas nada foi encontrado de irregular. Dos 12 presos que estavam no local, quatro foram conduzidos até o 3o Distrito de Polícia (DIP), para os procedimentos legais, sendo eles identificados como Claudenor Silva Souza, Enderson Pereira dos Santos, Janderson Almeida Pantoja e Sérgio Costa Ramos, para serem ouvidos.

O Corpo de Bombeiros fez a remoção dos corpos para o Instituto Médico Legal (IML). Uma revista foi feita na cela onde os irmãos estavam, mas nada foi encontrado de irregular. Dos 12 presos que estavam no local, quatro foram conduzidos até o 3o Distrito de Polícia (DIP), para os procedimentos legais, sendo eles identificados como Claudenor Silva Souza, Enderson Pereira dos Santos, Janderson Almeida Pantoja e Sérgio Costa Ramos, para serem ouvidos.

Segundo a polícia, a morte de Alexsander e Victor teria sido motivada por vingança, em razão da morte de Jorge Kataki, 25, no bairro da Francesa. Um detento, não identificado, seria parente do homem assassinado pela dupla e teria agido para se vingar. Os irmãos, inclusive, haviam indicado o medo de morrer no presídio de Parintins. A Seap disse que não houve alteração no sistema e que vai apurar as circunstâncias que procederam os óbitos e a perícia.