Glenn do The Intercept diz Vaza Jato vai divulgar áudios de Moro e completa: “um mentiroso sociopata”

0
366

247 – O jornalista Glenn Grenwald, que lidera a equipe do site Intercept na série de reportagens Vaza Jato concedeu uma entrevista ao canal norte-americano Democracy Now na qual avisou: serão divulgados áudios, com mensagens de voz trocadas entre Moro e a membros da Lava Jato. Greenwald afirmou que Moro “mente de forma sociopata”, que há muito material a ser divulgado “o mais rapidamente possível”. Assista à entrevista abaixo.

Falando do Rio com a âncora Amy Goodman e o jornalista Juan González, dos estúdios do Democracy Now em Nova York, Greenwald afirmou que as revelações da Vaza Jato mostram que “o presidente Lula estava certo” quando acusava Moro e seus associados de perseguição política. “O objetivo de Moro era prender Lula e torná-lo inelegível”, disse Greenwald, acrescentando que o ex-juiz estava “obcecado por isso”.

Para o líder da Vaza Jato, Moro e seu grupo “abusaram da lei para derrota o partido que não conseguiam derrotar em eleições” e o escândalo causará enorme desestabilização ao governo Bolsonaro, pois “Moro é um dos pilares do governo”.

Assista

Como as elites brasileiras encarceraram Lula

Como as elites brasileiras encarceraram LulaArquivos secretos mostram como as elites brasileiras encarceraram o ex-presidente Lula e abriram o caminho para BolsonaroUma crise política está crescendo no Brasil depois que a agência de notícias The Intercept revelou que o juiz que ajudou a prender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva provavelmente auxiliou promotores federais em seu caso de corrupção em uma tentativa de impedir que o Partido dos Trabalhadores de Lula ganhasse a presidência. Mensagens trocadas por funcionários do sistema de justiça do Brasil em celulares e que foram obtidas pelo The Intercept apontam para uma colaboração contínua entre o juiz Sérgio Moro e os promotores que investigam um escândalo de corrupção conhecido como Operação Lava Jato. Lula era considerado o favorito no período que antecedeu a Eleição presidencial de 2018 até ser colocado na cadeia e forçado a sair da corrida em que muitos dizem que foram acusações de corrupção forjadas. Os documentos vazados também revelam que os promotores tinham sérias dúvidas sobre a culpa de Lula. A prisão de Lula ajudou a preparar o caminho para a eleição do ex-oficial militar de extrema direita Jair Bolsonaro, que então nomeou o juiz Sérgio Moro como seu ministro da Justiça. Recebemos uma atualização do jornalista Glenn Greenwald, ganhador do prêmio Pulitzer, do The Intercept, cuja reportagem é baseada em uma coleção de arquivos internos e conversas privadas da equipe de promotores por trás da operação Lava Jato.A tradução e legendas foram feitas por Isabella Vieira e Raphaela Pires.Para ver as matérias da agência de notícias The Intercept:Matéria 1 – Como e por que o Intercept está publicando chats privados sobre a Lava Jato e Sergio Moro: https://theintercept.com/2019/06/09/editorial-chats-telegram-lava-jato-moro/Matéria 2 – ‘Mafiosos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!’ – Exclusivo: Procuradores da Lava Jato tramaram em segredo para impedir entrevista de Lula antes das eleições por medo de que ajudasse a ‘eleger o Haddad’: https://theintercept.com/2019/06/09/procuradores-tramaram-impedir-entrevista-lula/Matéria 3 – ‘Até agora tenho receio’ – Exclusivo: Deltan Dallagnol duvidava das provas contra Lula e de propina da Petrobras horas antes da denúncia do triplex: https://theintercept.com/2019/06/09/dallagnol-duvidas-triplex-lula-telegram-petrobras/Matéria 4 – ‘Não é muito tempo sem operação?’ – Exclusivo: chats privados revelam colaboração proibida de Sergio Moro com Deltan Dallagnol na Lava Jato: https://theintercept.com/2019/06/09/chat-moro-deltan-telegram-lava-jato/Matéria 5 – Leia os diálogos de Sergio Moro e Deltan Dallagnol que embasaram a reportagem do Intercept: https://theintercept.com/2019/06/12/chat-sergio-moro-deltan-dallagnol-lavajato/

Posted by Democracy Now Brasil on Friday, June 14, 2019