Deu na Folha de S. Paulo – Obsoleta, Zona Franca de Manaus consome R$ 24 bilhões em renúncia fiscal

0
81

Por Fabiano Maisonnave e Lalo de Almeida – Francineide de Souza, 37, foi demitida em 2013 da fábrica de videogames na Zona Franca de Manaus onde trabalhava havia oito anos. Sem emprego fixo desde então, participou, em agosto deste ano, da invasão de um terreno do Distrito Industrial 2, inicialmente destinado a uma empresa. Sua esperança agora, como muitos ali, é conseguir um lote e fugir do aluguel.

Criado no regime militar, o polo industrial amazônico vê os empregos minguarem e a infraestrutura se deteriorar ou nem sequer sair do campo das promessas, processo acelerado pela crise dos últimos seis anos.

“As pessoas ganhavam muito dinheiro, mas sabemos que o distrito industrial caiu”, diz Souza, que recentemente se formou em serviço social, vende roupas e cosméticos para sustentar os três filhos. “Na minha família, está todo mundo desempregado.”

A crise econômica atingiu em cheio as fábricas da ZFM, que fecharam cerca de 43 mil postos de trabalho desde 2012 -ou 1 de cada 3 existentes.

No segundo trimestre do ano, a taxa de desocupação na capital amazonense chegou a 17,2%, acima da média nacional de 12,4%. Os dados são do IBGE.

A recessão acelerou a ocupação desordenada de Manaus, que, com a implantação da ZFM, há 51 anos, viu os 311 mil habitantes que tinha em 1970 superarem os 2 milhões.

Clique no link e continue lendo a matéria

http://temas.folha.uol.com.br/projeto-amazonia/zona-franca/obsoleta-zona-franca-de-manaus-consome-r-24-bilhoes-em-renuncia-fiscal.shtml