Criança de dois anos é espancada pelo padrasto até à morte

0
252

Uma criança de apenas dois anos e cinco meses morreu nesta última terça-feira, 30, após ser espancado pelo padrasto Juliano Plácido Ferreira, de 21 anos.

O crime aconteceu no Jardim Vaticano, em Rio Verde, região norte de Mato Grosso do Sul.

O agressor e assassino foi preso em flagrante, mas não confessou o crime.

De acordo com informações ele espancou a criança no momento que a mãe foi levar a filha do casal, de 02 meses, para vacinar numa unidade de saúde.

A mãe, Miriam Souza Santos, de 20 anos, ao chegar em sua casa teria perguntado pelo filho, e o padrasto informou que o menino almoçou e acabou dormindo.

A mãe viu o pequeno José Vitor aparentemente dormindo. no berço, e foi lavar roupa, pois como o padrasto cobriu a criança não foi possível notar os hematomas.

Miriam contou à polícia que estranhou a demora do filho para acordar e que por volta das 17 horas tentou acordá-lo, mas o menino não reagia.

Ela pediu então ajuda a uma vizinha e juntas levaram José Vitor para o Hospital Municipal.

Elas deram entrada com a criança ainda viva, mas ele morreu pouco tempo depois.

A equipe médica que atendeu o menino desconfiou da situação, pois o corpo do menino estava cheio de hematomas e os médicos acionaram o Conselho Tutelar juntamente com a Polícia Militar e Civil.

No hospital o acusado disse aos policiais que a criança tinha caído no banheiro, mas mudou a versão na delegacia ao dizer que o menino tinha caído da cama.

Nenhuma das versões convenceu a polícia, principalmente depois que a mãe acabou confessando que Ferreira agredia sempre seus filhos.

Exames apontaram que a criança tinha uma fratura antiga num dos braços, assim como outras marcas pelo corpo, o que comprova a crueldade de Ferreira que segundo exames no corpo da criança apontam que acontecia muito tempo.

O padrasto segue preso e ainda negando o fato. O caso está sendo investigado e a mãe da criança perdeu provisoriamente a guarda das outras duas filhas.

Fonte – Alison Maia