Com defasagem salarial de 57% e 200%, trabalhadores em educação de Autazes vão à Câmara Municipal em busca de apoio

0
522

Servidores da Educação e administrativos de Autazes, após várias tentativas de negociação de reajuste salarial com o prefeito da cidade, optaram por uma saída política com os vereadores do município.

Na noite desta segunda-feira, 1º, vários servidores se concentraram em frente à Câmara Municipal de Autazes (CMA), localizada na rua Raimundo Cavalcante, centro, e com cartazes e faixas com palavras de ordem tentaram chamar a atenção dos vereadores.

De acordo com a presidente do Sindicato dos servidores público do município de Autazes (Simserpa), Adriana da Silva Ramalho, há 12 anos o município não concede reajuste aos trabalhadores da Educação.  A defasagem salarial do professor, segundo Adriana, corresponde a 57%, enquanto do administrativo já esbarra na casa dos 200%.

O encontro com os vereadores começou às 20 horas e só termina depois de esgotado o debate em torno da questão. A intenção das lideranças sindicais é garantir a intermediação dos vereadores nas negociações com o prefeito propostas pela entidade classista.