CNMP decide investigar encontro secreto de Deltan com banqueiros

0
50

247 – O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) decidiu instaurar reclamação disciplinar contra o procurador do Ministério Público Federal Deltan Dallagnol pelo encontro secreto com banqueiros organizado pela XP Investimentos, em junho de 2018, conforme revelou as mensagens da Vaza Jato.

O corregedor nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel, acolheu pedido do deputado Paulo Pimenta (PT-RS) e outros deputados do Partido dos Trabalhadores, e determinou que Dallagnol preste esclarecimentos sobre o caso em até dez dias.

Para o corregedor, há “suposto desvio na conduta de Membro do Ministério Público Federal, o que, em tese, pode caracterizar falta funcional”, o que viola o artigo 236 da Lei Complementar nº 75/93, o estatuto do Ministério Público.

“A representação aponta fatos para os quais a ampla repercussão nacional demanda atuação da Corregedoria Nacional. A imagem social do Ministério Público deve ser resguardada. A sociedade deve ter a plena convicção de que os Membros do Ministério Público se pautam pela legalidade, mantendo a imparcialidade, evitando conflitos de interesse entre sua atuação funcional e atividades acadêmicas privadas, bem como mantendo o zelo para com as instituições”, diz Rochadel no despacho.

Com informações do site JOTA.