Câmera registra assassinato de mulher morta a golpes de facão

0
371

Ilza Dias Almeida, 35 anos, foi morta nesta terça-feira, 30, com vários golpes de facão pelo próprio cunhado, Adilson, em Rio Pardo de Minas.

Segundo informações, os dois teriam discutido por causas até então desconhecidas.

Tudo aconteceu em uma farmácia, localizada na Avenida Domingos Português, no Bairro Cidade Alta, onde a vítima trabalhava.

Após a discussão ela disse que ligaria para a polícia, momento em que o cunhado saiu do estabelecimento e voltou com um facão em mão.

Descontrolado, ele começou a quebrar os vidros da farmácia e atacou Ilza com vários golpes de facão. Ela ainda tentou correr, mas foi perseguida pelo assassino que não parou de golpeá-la.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e chegou a resgatar a mulher, porém ela não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

Adilson sofre de distúrbios mentais e já teria causado vários outros problemas com mulheres na cidade, inclusive tinha o hábito de perseguir as vítimas e mostrar o órgão genital na rua.

Ele foi preso em flagrante por um policial que estava à paisana pela região e foi encaminhado para a delegacia.

morta_a_golpes_de_facão