Bolsonaro vira as costas para a imprensa ao ser indagado sobre tortura no Pará

0
42

FORUM – Na manhã desta terça-feira (8), durante o encontro do presidente Jair Bolsonaro (PSL) com apoiadores no Palácio do Planalto, um repórter o questionou sobre uma denúncia do Ministério Público contra um caso de tortura no Pará. No entanto, antes que pudesse concluir sua pergunta, o presidente vira as costas para o jornalista e chama a equipe para ir embora.

Com a fuga, o presidente é aplaudido e celebrado por apoiadores. Em seguida, Bolsonaro se apoia no veículo que o aguarda e faz um último pronunciamento no local.

“Meu deus, eu não sou pastor não. Meu deus, salve, lave a cabeça dessa imprensa. Que possa perguntar, me ajudar a publicar matéria para salvar o nosso Brasil, isso resolvia o problema dos governos anteriores. Vocês são importantíssimos para salvar o Brasil, para de perguntar besteira”, disse o presidente.

Antes de iniciar as perguntas da imprensa, Bolsonaro incitou seus apoiadores contra a mídia, dizendo que jornalistas estavam fazendo um “péssimo trabalho”. Em seguida, o presidente começa a fazer piada com um pastor que estava no local e pede para que ele inicie uma oração “pelo Brasil e pela imprensa”.

A transmissão ao vivo do encontro foi feita pelo militante bolsonarista Winston Lima, militar responsável pelo canal no YouTube “Cafezinho com Pimenta” e fundador do Bloco Movimento Brasil.