Bolsonaro diz que Guedes tem o direito de deixar o cargo: “Ninguém é obrigado a continuar como ministro meu”

0
85

FORUM – Em viagem ao Recife nesta sexta-feira (24), Jair Bolsonaro respondeu à pretensão do ministro da Economia, Paulo Guedes, de deixar o cargo e o Brasil caso a reforma da Previdência que ele defende não seja aprovada.

“É um direito dele, ninguém é obrigado a continuar como ministro meu. Logicamente ele está vendo uma catástrofe, é verdade, eu concordo com ele (Guedes), se nós não aprovarmos algo realmente muito próximo ao que enviamos no Parlamento. O que Paulo Guedes vê, e ele não é nenhum vidente, nem precisa ser, para entender que o Brasil vai viver um caos econômico sem essa reforma”, afirmou.

Guedes declarou em entrevista à revista Veja que não tem como permanecer no governo se a proposta de mudança enviada ao Congresso virar uma “reforminha”.

Irritação
Na primeira visita ao Nordeste como presidente da República, Bolsonaro também se irritou com uma pergunta sobre sua rejeição na região.

“Pode fazer uma pergunta inteligente, por favor?”, respondeu.

O Nordeste é a região na qual Bolsonaro tem a sua pior avaliação. Segundo pesquisa Datafolha divulgada em abril, 39% dos nordestinos consideram o seu governo ruim ou péssimo ante 30% da média nacional.