Bolsonaro culpa “ataques deliberados do prefeito de Nova York” por desistência de viagem

0
70

Reportagem de Leandro Prazeres e Marina Motomura no UOL informa que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) cancelou a viagem que faria nos próximas dias a Nova York. Em 14 de maio, ele receberia o prêmio “Pessoa do Ano”, oferecido pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

De acordo com a publicação, em nota emitida nesta noite, o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, disse que o cancelamento se deve aos “ataques” feitos pelo prefeito de Nova York, Bill de Blasio, do Partido Democrata, a Bolsonaro. “O presidente da República agradece a homenagem proposta pela Câmara de Comércio Brasil-EUA, ao escolhê-lo ‘Personalidade do Ano de 2019′”, diz a mensagem. “Entretanto, em face da resistência e dos ataques deliberados do prefeito de Nova York e da pressão de grupos de interesses sobre as instituições que organizam, patrocinam e acolhem em suas instalações o evento anualmente, ficou caracterizada a ideologização da atividade”, continua a nota de Rêgo Barros.

A viagem estava prevista para acontecer dos dias 13 a 15 de maio e, além de Nova York, incluiria uma passagem por Miami. Ambas foram canceladas, afirma o porta-voz, completa o Portal UOL.