‘Bolsonaro ainda não vestiu o terno de presidente’, diz Simone Tebet

0
82

247 –  A senadora Simone Tebet (MDB-MS) afirma jamais ter imaginado chegar “aonde chegamos” e diz: “o Bolsonaro precisa vestir o terno de presidente da República, que ainda não vestiu, e parar de ficar instigando a violência”.

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que “jamais imaginei que pudéssemos chegar onde chegamos”, disse a senadora, referindo-se ao presidente da República, que acusou de estar ‘à beira do limite civilizatório’, e de estar ‘abalando a base social do Brasil, que tem, no seu DNA, o perfil de uma sociedade pacífica e unitária’.”

A matéria ainda acrescenta que “Indignou-a, particularmente, além da “truculência com o Congresso”, a defesa presidencial de um coronel torturador judicialmente condenado, o falecido Brilhante Ustra, recentemente promovido a “herói da pátria”. Lembrou-se, contou, da primeira celebração de Ustra, no voto de Bolsonaro pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, em abril de 2016. ‘Aquilo já me arrepiou, de tão absurdo’, disse. Ela também, como se sabe, foi uma defensora entusiasmada da cassação da petista pelo Senado. ‘Não me arrependi’, afirmou.”