Arthur chama Amazonino de incompetente e pergunta se ele vai fazer comício com traficantes 

0
119

O prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB), em entrevista concedida na manhã desta quarta-feira, 08, no primeiro bairro indígena de Manaus, o Parque das Tribos, localizado na Zona Oeste da capital amazonense, colocou em prática com impiedosa virulência o seu repertório de críticas não só contra a administração do governador Amazonino Mendes mas, também, contra a personalidade do mesmo.

Segundo declarou Arthur Neto, Amazonino, além de má companhia, deveria por “um bocado de vergonha na cara”, trabalhar pelo povo e enfrentar a falta de segurança que, conforme enfatizou, é um problema que inferniza a todos.

Apelar ao governador para que coloque um bocado de vergonha na cara soa como elogio diante das suspeições, digamos assim, da relação de Amazonino com o tráfico de drogas.

“O senhor não fez nada, não gravou um vídeo criticando o traficante; “o senhor quer o voto deles, vai fazer comício com eles”?  “Você já viu ele (Amazonino) chamar de feio algum traficante? Para ele, os traficantes são o Brad Pitt”, completa.

Ainda com relação a segurança, Arthur Neto reservou pesadas críticas à Rudolph Giuliani, dono da  Giuliani Security & Safety, contratada por R$ 4 milhões por um relatório sobre a segurança no estado.

De acordo com o prefeito, Rudolph Guiliani é uma pessoa desorganizada, que custa os olhos da cara e que  dar frutos daqui a quatro anos. “Daqui a quatro anos, o bandido vai invadir até a casa do governador”.

Depois de castigar tanto Rudolph Giuliani quanto o governador pela inapetência, falta de coragem e de disposição de enfrentar um problema, Arthur Neto desafiou Amazonino  a entregar a ele o comando da Polícia para ver o resultado.

“Vou fazer o senhor e o povo de Manaus dormirem tranquilos. É é só passar (o comando da Polícia) para a mão de quem tem coragem de se arriscar e fazer aquilo que é necessário fazer. Faça isso”, desafia.