Aos 84 anos, “Carrapeta” (J. Aquino) morre de infarto no Delphina Aziz; ele foi cantor, vereador, deputado e radialista

0
341
Aos 84 anos de idade, morreu em Manaus, no início da tarde desta terça-feira, 08, de parada cardíaca, José Costa de Aquino, carinhosamente conhecido por “Carrapeta” pela seu jeito expansivo e meio espalhafatoso se lhe dar com as pessoas.
José Costa de Aquino foi vereador e deputado estadual. Militou por algum tempo no rádio. Mas foi no Rio de Janeiro que Carrapeta deu início a carreira de cantor, que lhe abriu portas para o rádio e à política.
“Te Amo De Verdade”, “O Garçom” e “Pecadora” estão entre os sucessos do cantor.
Carrapeta era do tipo polêmico de discurso espalhafato, mas de  indiscutível alcance social. Como vereador e deputado estadual defendia com intransigência os direitos da dona de casa.
Na Assembleia Legislativa fez parte de um time  de deputados de school, como Beth Azize, Homero de Miranda Leão, Queiroz, José Dutra, Jamil Saffair, José Dutra, entre outros. Nas décadas de 1970 e 1980, conquistou três mandatos de deputado pelo então Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), estando sempre entre os mais votados do Amazonas.
Sua última passagem pelo rádio foi na CBN Manaus por escolha pessoal do diretor de empresa, Ronaldo Tiradentes. Na CBN, Carrapeta atuou ao lado de Castelo Branco, Joaquina Marinho (falecida) e Chico Santos. J. Aquino atuou,  também, como apresentador na TV Rio Negro
Aos 78 anos de idade resolveu estudar Direito. Formado, Carrapeta ainda atuou como advogado em Manaus.
José Costa de Aquino morreu no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz depois de 14 dias internado.
O corpo será velado na Assembleia Legislativa do Estado, na Avenida Mário Ypiranga Monteiro.