Alckmin chama Doria de ‘traidor’ em reunião do PSDB em Brasília

0
56

A reunião da direção nacional do PSDB em Brasília, nesta terça-feira (9), esquentou. O já antigo presidenciável Geraldo Alckmin chamou seu colega tucano João Doria de “traidor”.

A informação foi publicada pela Folha de S. Paulo, que diz ter confirmado o episódio com três pessoas presentes no encontro. O Estado de S. Paulo obteve o áudio da discussão.

Doria abandonou a Prefeitura de São Paulo durante o mandato para concorrer ao cargo de governador do Estado. Ele foi bancado dentro do PSDB pelo próprio Alckmin.

Quando foi eleito para o cargo de prefeito, contudo, Doria passou a flertar com a presidência e viajou pelo Brasil em uma espécie de campanha não declarada. A situação rendeu uma saia justa no partido, mas Alckmin acabou sendo o nomeado para ser o candidato tucano ao pleito presidencial.

Porém, após a derrota de Alckmin nas urnas, Doria passou por cima do PSDB e já declarou seu apoio a Jair Bolsonaro (PSL).

Ainda de acordo com a Folha, Doria afirmou após o fim da reunião que estava “em paz” e “sem ressentimentos”.

O PSDB decidiu liberar seus afiliados para apoiarem quem quiserem no segundo turno das eleições presidenciais.